A Escola Inclusiva

Rede SACI
26/04/2004

Emílio Figueira expõe as características ideais de uma escola inclusiva

Emílio Figueira

Como já dito, não basta simplesmente colocar um aluno portador de algum tipo de deficiência em uma classe normal e pronto: está feita a inclusão! É preciso que a escola inclusiva passe por adaptações de grande porte (de responsabilidade exclusivas dos órgãos federais, estaduais e municipais) e de pequeno porte, cabendo aos professores se especializarem para saber como transmitir ensinamentos para esses alunos especiais. Assim, eis as principais características que as escolas inclusivas precisam ter:

1 - direcionamento para a comunidade: na escola inclusiva o processo educativo é entendido como um processo social, em que todas as crianças portadoras de necessidades especiais e de distúrbios de aprendizagem têm direito à escolarização a mais próxima possível do normal. O alvo a ser alcançado é a integração da criança portadora de deficiência na comunidade;

2 - vanguarda: uma escola inclusiva é uma escola líder em relação às demais. Ela se apresenta como a vanguarda de processo educacional. Seu objetivo maior é fazer com que a escola atue por meio de todos seus escalões para possibilitar a integração das crianças que dela fazer parte;

3 - altos padrões: há em relação às escolas inclusivas altas expectativas do desempenho por parte de todas as crianças envolvidas. O objetivo é fazer com que as crianças atinjam seu potencial máximo. O processo deverá ser dosado de acordo com as necessidades de cada criança;

4 - colaboração e cooperação: os participantes da escola privilegiam as relações sociais, tendo em vista a criação de uma rede de auto-ajuda;

5 - mudança de papéis e responsabilidades: a escola inclusiva muda os papéis tradicionais dos professores e da equipe técnica da escola. Os professores se tornam mais próximos dos alunos quando percebem suas maiores dificuldades. O suporte ao professor de classe comum é essencial para o bom andamento do processo de ensino-aprendizagem;

6 - estabelecimento de uma infra-estrutura de serviços: gradativamente a escola inclusiva irá criando uma rede de suporte para separação das suas maiores dificuldades. A escola inclusiva é uma escola integrada à sua comunidade;

7 - parceria com os pais: os pais são parceiros essenciais no processo de inclusão de criança na escola;

8 - ambientes educacionais flexíveis: os ambientes educacionais têm de visar ao processo de ensino-aprendizagem do aluno;

9 - estratégias baseadas em pesquisas: as modificações na escola deverão ser introduzidas a partir das discussões com a equipe técnica, os alunos, pais e professores;

10 - estabelecimento de novas formas de avaliação: os critérios antigos deverão ser mudados para atender às necessidades dos alunos portadores de deficiência;

11 - acesso: o acesso físico à escola deverá ser facilitado aos indivíduos portadores de deficiência;

12 - continuidade no desenvolvimento profissional da equipe técnica: os participantes da escola inclusiva deverão procurar dar continuidade aos seus estudos, aprofundando-os.

Fonte: "O que é educação inclusiva?". Leny Magalhães Mrech, Revista Integração, número 20, 1998.

* Emílio Figueira atua desde 1989 na área da deficiência; já escreveu várias monografias, livros e artigos científicos, publicados no Brasil e exterior. Alguns de seus trabalhos, como o livro "Vamos conversar sobre crianças deficientes?", já foram adotados em cursos de Psicologia e Pedagogia. Durante sete anos foi pesquisador-bolsista do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP/Bauru, o Centrinho, onde se especializou em "Deficiência e Comunicação Social". Há dois anos pesquisa as relações "arte, deficiência e inclusão social" e já está escrevendo o terceiro livro sobre o assunto. Atualmente cursa Psicologia na Universidade do Sagrado Coração-USC/Bauru, e também exerce atividades como escritor, dramaturgo e artista plástico. O e-mail para contato é figueira@saci.org.br.

Leia outros artigos do autor:
* A presença da pessoal com deficiência visual nas artes
http://www.saci.org.br/index.php?modulo=akemi&parametro=4574

* A presença da pessoal com deficiência visual nas artes II
http://www.saci.org.br/index.php?modulo=akemi&parametro=4648

¤

Compartilhe:

Busca

Busca do governo

* Estatísticas

Visitas: 30.813.913

* Realização:

logo da USP logo da PRCEU

* Fale Conosco

Entre em contato com o Programa USP Legal